Atropelos aos direitos laborais

Posted on Mon Mar 23 2020 21:54:37 GMT+0000 (Coordinated Universal Time)


Numa altura em que cada vez mais Enfermeiros são infetados com COVID-19 e dado que já aconteceu terem que ser encerrados serviços em centros hospitalares diferenciados por falta de Enfermeiros, que ou ficaram infetados ou que tiveram que cumprir quarentena, convém lembrar que compete às chefias defender as suas equipas e salvaguardar o bom funcionamento dos seus serviços.

Assim, cumpre-nos exigir que quem ocupe cargos de gestão, tomando por base as recomendações da ECDC e do plano nacional de preparação e resposta à doença por novo coronavirus, pratiquem acumulação de horário mantendo salvaguardada metade da equipa. Esta medida já utilizada pelos militares permite ao trabalhador e à instituição uma contenção mais eficaz da doença.

Contudo, compete também às chefias certificar-se que as equipas são devidamente reforçadas. Não admitimos que os enfermeiros em quarentena ou em horário em espelho, paguem essa obrigação com as horas acumuladas ou com dias de férias.

Tudo faremos para que estes trabalhadores sejam protegidos da usurpação dos seus direitos laborais e abusos por parte das administrações das diversas instituições.